Quando uma mulher fica grávida, a primeira preocupação é com o pré-natal do bebê. Sim, isso é muito importante e fundamental para o acompanhamento de toda a gestação.

Mas, você sabia que também é de extrema importância realizar o pré-natal odontológico? Conversamos com a odontopediatra Dra. Joyce Guimarães, da Clínica Odontoellos (Belo Horizonte, MG), que nos explicou tudo sobre este assunto!

Para quem não conhece, “o pré-natal odontológico consiste na assistência e manutenção da saúde bucal da futura mamãe no período gestacional, sendo realizado em duas fases: a primeira focada na saúde bucal da gestante e a segunda focada no bebê. Podem ser necessárias duas ou três consultas odontológicas; normalmente, a primeira ocorre no segundo trimestre, por volta do quarto mês, e a segunda no terceiro trimestre, por volta do sétimo mês”, afirma a Dra. Joyce.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA AQUI

Boa parte das gestantes desconhece a importância do acompanhamento da saúde bucal durante a gravidez, e cabe ao dentista alertá-la dessa necessidade.

Pelas mudanças hormonais que ocorrem nesse período, a mulher torna-se mais suscetível às doenças periodontais, por isso, é importante que a paciente faça o tratamento preventivo assim que souber que está grávida.

Infecções gengivais na gestação estão relacionadas a partos prematuros, baixo peso dos recém nascidos e pré-eclâmpsia ( hipertensão séria durante a gestação ). Manter a saúde bucal nesta fase é fundamental para uma gravidez saudável.

Consultas para gestantes no Pré- Natal Odontológico:

Podem ser necessárias 2 ou 3 consultas odontológicas durante a gestação, aquelas gestantes com vômitos constantes devem ir no primeiro trimestre para iniciar o Pré- Natal Odontológico para receber orientações que poderão ajudá-las neste trimestre.

O ideal é que sejam realizadas no mínimo 2 consultas preventivas durante a gestação ( a primeira no segundo trimestre, por volta do quarto mês e a segunda no terceiro trimestre, por volta do sétimo mês ).

Primeira Fase: (primeira consulta preventiva)

  • Avaliação do estado geral de saúde  ( anamnese completa do histórico de saúde  da cliente antes  e durante a gestação );
  • Avaliação dos dentes, gengiva, observando se há presença de sangramento gengival, lesões de cárie e outros problemas que possam gerar infecção;
  • Limpeza (profilaxia) e aplicação de flúor;
  • Orientações sobre higiene bucal para a gestante (escovação, fio dental, tipo de escova mais adequada para não agredir a gengiva que já está sensibilizada por causa da alteração hormonal comum nesta fase, indicação de  enxaguatório  bucal  quando necessário, pastas de dentes  mais adequadas ao estado bucal encontrado e às queixas da paciente);
  • Avaliação da necessidade de tratamento odontológico curativo ( restaurações e outros procedimentos).

Segunda Fase: (segunda consulta preventiva)

  • Limpeza (profilaxia) e aplicação de flúor;
  • Orientações sobre os cuidados com a cavidade bucal do bebê após nascimento; informações sobre quando deve levar para a primeira consulta com o odontopediatra;
  • Explicações sobre amamentação, bicos artificiais ( chupetas, mamadeiras ) , tipos de escovas de dentes e cremes dentais para quando irromperem os primeiros dentinhos.

Dra. Joyce Guimarães – Odontopediatra